Faro - Algarve - Portugal


LAREIRAS E RECUPERADORES DESDE 1985


27 ANOS   DE QUALIDADE E PERFECCIONISMO


PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

SOBRE INSTALAÇÕES JÁ EXISTENTES
 

INICIO

CONTACTOS

RECUPERADORES

SALAMANDRAS

LAREIRAS

PELLETS

ACESSÓRIOS

REALIZAÇÕES

CHAMINÉS

PERGUNTAS

LINK,S


SE NÃO PARTILHARMOS AS NOSSAS IDEIAS ELAS ACABAM POR PERDER O SEU VALOR "

SABEMOS QUE PODEREMOS MELHORAR MUITO MAIS, CONTAMOS COM A SUA AJUDA (CRITICA) PARA O CONSEGUIR.
 

*

1

Tenho uma lareira aberta que funciona mal, dizem que só com um recuperador de calor resolvo o meu problema. Será verdade ?

*

2

Quais as causas de algumas lareiras ou recuperadores não  "puxarem" bem o fumo?

*
 

3

Desde que me instalaram um recuperador com aquecimento para os quartos que noto um cheiro a queimado ou fumo como posso confirmar o que é ? se for fumo pode ser perigoso nos quartos ?

*
 

4

Não sei se é normal, a nossa lareira queima muito bem e não deita fumo para a sala, porém a casa tem sempre cheiro de lenha queimada, por vezes fica cheirando mesmo sem usar a lareira.  O nosso construtor disse que é assim mesmo e que esse cheiro é normal, mas eu não acredito, que se poderá passar?

*
 

5

Tenho um recuperador da calor montado com todas as normas e todas a regras, mesmo assim ao ligar o exaustor da cozinha o fumo da lareira volta para trás a que se deve, tem solução?

*
 

6

Tenho um recuperador instalado com aquecimento para quartos e noto um cheiro da cozinha (cheiros dos cozinhados) nos quartos todos me dizem que é impossível mas a mim cheira-me, qual será a razão ?

*
 

7

A minha lareira funciona sempre mal
Como posso saber se tenho a conduta estreita demais para a lareira que possuo, ou se o meu problema é da chaminé?

*
 

8

O meu recuperador funciona bem, mas por vezes sem razão aparente e sem vento na rua, começa a entrar fumo para a sala, a conduta tem as dimensões correctas, a chaminé tem grande dimensões e está bem alta.  - o que poderá ser ?

*
 

9

A minha lareira (aberta) funciona bem mas por vezes depois de a apagar, no dia seguinte tenho a cinza que resta no meio da sala e um cheiro a lenha queimada por toda a casa, como é isso possível se quando está acesa não me cheira a nada?

*

10

As pedras da minha lareiras partiram todas isso dizem que é normal será mesmo? Qual é a razão do mesmo acontecer?

*

11

Tenho um bom recuperador e não aquece nada, reparei que dentro da "hotte" está cheio de lã de rocha será por isso que não aquece ?

*
 

12

Tenho  a "hotte" da minha lareira feita em tijolo bem forte e com um bom reboco mas mesmo assim ficou toda fissurada (estalada) porque será ?

*

13

O vidro é seguro não quebra ? Ouvi falar de casos de rebentamentos.

*

14

Como posso distinguir os vidros cerâmicos de outros ?

*
 

15

Fizeram-me a "hotte" do meu recuperador em "pladur" (gesso cartonado) mas abriram fissuras (rachas)nas uniões, li no seu sitio que o Pladur era óptimo para lareiras. Porque  é que na minha aconteceu isso?

*
 

16

Querem usar "Pladur" na "hotte" do meu recuperador, mas sei de um caso em que as "hottes" de uma série de lareiras empenaram todas e até torceram os ferros de apoio. Com pode na sua pagina ter fotos de lareiras com a "hotte" feita em Pladur? Porque será que algumas empenam ? Ver Hottes   

*

17

Verifiquei que o meu recuperador por dentro da "hotte" tem uma lã qualquer branca que lã é essa ? será também perigosa ?

*
 

18

Tenho uma salamandra que sempre que a acendo escorre agua pelas juntas da conduta em aço inoxidável, coloquei as juntas de modo a que o fumo não saia pelas mesmas, mas fico com um cheiro horrível em casa, que se passa ? como posso resolver ?

*

19

A hotte da minha lareira partiu toda, qual será a razão? e como posso remediar?

*
 

20

O instalador do meu recuperador usou lã de rocha para fazer o isolamento do recuperador. li que era perigosa para a saúde posso permitir o seu uso, existem outras maneiras de isolar?

*

21

É normal o vidro de um recuperador se sujar logo numa noite de uso ?

*

22

O cordão vedante da porta está a descolar, com se cola ?

*

23

Posso colocar uma porta com um vidro na minha lareira normal (aberta) terei apenas vantagens?

*

24

Tenho uma lareira aberta que "não fuma" bem se instalar um recuperador resolvo o problema ?

*

25

Tenho uma lareiras aberta, terei grandes vantagens em colocar um recuperador ?

*

26

A lareira da vizinha é melhor que a minha ! porque será - Temos recuperadores iguais, mas a dela aquece muito mais?

 

27

Como funcionam os ventiladores dos inseriveis ? Uns têm interruptor outros têm uma caixa comando exterior e outros nada.. 

 

28

 
 

29

 
 

30

 
 

1 - Tenho uma lareira aberta que funciona mal, dizem que só com um recuperador de calor resolvo o meu problema. Será verdade ?

Não, não tem que comprar um recuperador mas sim que resolver o problema.
Infelizmente é muito vulgar  assistirmos à montagem de recuperadores ao acaso, verificando depois que os problemas persistem, vindo o fumo para fora em dias de vento ou só funcionando bem com a porta fechada.
(Nós não montamos nem aconselhamos a montagem de recuperadores sem se resolver primeiro os problemas, se estes existirem.)

Muitos comerciantes sem conhecimento aconselham a instalação de um recuperador em lareiras com problemas sem verificar a instalação. Por vezes resulta mas nem sempre isso acontece, resulta apenas nos casos em que a conduta é baixa ou um pouco mais estreita do que deveria ser. Nestes casos as razões sãomuito simples: qualquer recuperador que tenha uma porta mais pequena  que abertura da lareira aberta,  tem possibilidades de funcionar melhor com condutas pouco volume (Estreitas ou baixas). Se o problema for de outra origem, já tem que ser resolvido antes de montar qualquer aparelho. ( Condutas incorrectasChaminés mal concebidas, mal posicionadas etc.)

Um recuperador bem instalado tem que funcionar bem mesmo com a porta aberta.

2 - Quais as causas de algumas lareiras ou recuperadores não  "puxarem" bem o fumo

Existem muitas causas possíveis, as mais vulgares são:

O sub-dimensionamento - Estrangulamento da conduta de fumos, é muito vulgar aplicarem condutas com dimensão muito reduzida, muito abaixo das medidas ideais.
Chaminés impróprias -
A
chaminé  de uma lareira deve ter cuidados especiais na sua concepção, dependendo o bom funcionamento de estar mais alta ou mais baixa do que um obstáculo na sua proximidade (casa ao lado, arvore, muro etc).
No entanto ao contrario do que é afirmado por muitas entidades, é possível obter o bom funcionamento de uma lareira,  com uma chaminé mesmo ao lado de uma parede sem ter que subir acima da mesma, desde que a chaminé seja concebida para esse fim o que geralmente raramente acontece.
Uma chaminé que raramente falha é a chaminé em  "H"

Em casos normais e por lei,  deve subir 50 cm ou mais acima da cumeeira, parede, casa ou telhado se estiver na proximidade até 10 metros.
Cada caso deve ser estudado individualmente.

3 -.Desde que me instalaram um recuperador com aquecimento para os quartos que noto um cheiro a queimado ou fumo, como posso confirmar o que é ? se for fumo pode ser perigoso nos quartos

Neste caso o mais comum é ser cheiro de lã de rocha queimada, a maioria dos instaladores coloca lã de rocha para isolar o que não tem que ser isolado. Essa lã (se for de má qualidade) ao apanhar muito calor queima e liberta cheiros alem de outros males. Se for uma instalação sem cárter o cheiro da lã vai directamente para os quartos.

Para verificar se o cheiro é de fumo os da lã de rocha, até é fácil.

 - Carregue a lareira com lenha e acenda, use acendalhas das que fazem muito fumo e ligue os ventiladores do recuperador se os possuir.
Se o cheiro for logo parar aos quartos é cheiro do fumo da lenha.

 - Se só muito tempo depois começar a cheirar, (quando o recuperador estiver mesmo muito quente) aí não é fumo da lenha com certeza, mas sim de outra coisa qualquer, tal como lã de rocha a derreter, fibra de vidro a derreter, papel, esferovite ou outra coisa qualquer. Se for esse o caso o melhor mesmo é inspeccionar bem o interior da " Hotte " .

De uma coisa podemos ter a certeza: Numa instalação bem feita não há não pode e nem deve ter cheiro algum.

(excepto nas primeiras queimas da tinta de protecção do aparelho, ou na primeira queima do Inverno no caso de ter absorvido pó durante o verão)


4  - Não sei se é normal, a nossa lareira queima muito bem e não deita fumo para a sala, porém a casa tem sempre cheiro de lenha queimada, por vezes fica cheirando mesmo sem usar a lareira.  O nosso construtor disse que é assim mesmo e que esse cheiro é normal, mas eu não acredito, que se poderá passar?

Não deveria ser normal. Uma instalação bem feita não pode ter qualquer cheiro em casa.

Provavelmente ao usar um exaustor potente na cozinha pode estar a puxar o cheiro da conduta de fumos da lareira (com ou sem recuperador).
A razão é simples: O exaustor para tirar os cheiros do seu cozinhado, retira grandes quantidades de ar, criando uma grande depressão em sua casa. Para compensar essa depressão tem que entrar ar por algum lado. Quando se possuem janelas e porta bem vedadas, apenas restam para fazer essa compensação as entradas de ar da WC e da lareira.

Para resolver o problema, basta abrir um entrada de ar na cozinha para alimentar o exaustor. Ou abrir um fresta na janela da cozinha sempre que usar o exaustor. (Em cozinhas com aparelhos a gás essa abertura é obrigatória)

Muitas vezes nestes casos, sempre que se usa o exaustor na extracção máxima e a lareira ao mesmo tempo, o fumo da lareira retorna e enche a sala, mas por vezes o desequilíbrio criado pelo exaustor é muito pouco, e o ar quente do fumo/fogo acaba por vencer sem retornar para a sala, por vezes só quando o fogo está fraco ou apagado è que o cheiro ou fumo retornam.

Se quiser tirar duvidas, ligue o exaustor de sua casa e junto à boca da lareira acenda uma vela ou um cigarro, facilmente verá se está a entrar ar em casa pela conduta da sua lareira. (No caso de possuir recuperador, deve colocar a vela junto à entrada de ar regulável, do recuperador)

Depois repita o procedimento com uma janela na cozinha entreaberta.

Outras vezes é a chaminé que não é a indicada e deixa entrar o vento pela conduta de fumos, ficando assim a casa a cheirar a fumo, mesmo com a lareira apagada.


5 - Tenho um recuperador da calor montado com todas as normas e todas a regras, mesmo assim ao ligar o exaustor da cozinha o fumo da lareira volta para trás a que se deve? tem solução

Quanto mais potente for o exaustor e melhor calafetada for a casa, mais  hipóteses tem isso de acontecer.
Por exemplo: Numa casa bem vedada com um recuperador a injectar 400 m3/h de ar  vindo do exterior (aquecido no recuperador) e um exaustor a extrair 600 m3/h vai acontecer que o fumo volta para trás e vai parar ao exaustor, neste caso a culpa é do exaustor, basta  reduzir a tiragem do exaustor.
No entanto se o seu recuperador não injecta ar exterior, vai ter mesmo que parar o exaustor se tiver a lareira acesa.
Imaginado que não se tem qualquer lareira ou recuperador - O ar  para alimentar a exaustão da cozinha virá das frestas das portas e janelas mesmo bem vedadas pelas WC, etc. A solução é fácil, colocar um grelha com alimentação de ar novo, na cozinha perto do fogão de modo que possa ser aberta sempre que necessária evitando deste modo correntes de ar ou perdas de energia desnecessárias. Ou então basta abrir uma janela sempre que usa o exaustor.

O ideal seria possuir uma hotte compensada, ou seja um hotte com um extractor a tirar ar e outra sistema a insuflar a mesma quantidade de ar na cozinhas, tal como hoje +e obrigatório nas cozinhas do restaurante (embora quase ninguém cumpra)

Hoje verificamos que instalam potentes extractores em cozinhas tipo "ilha" sem pensar que os 1.000 a 2.000 m/3 p/ hora extraídos vão ter que entrar por algum lado, sugando ar por todas as aberturas da casa, quando seria fácil prever entradas de ar para compensação.

Neste caso a culpa não é do recuperador ou  da lareira mas o instalador deve sempre alertar para este problema.


6  - Tenho um recuperador instalado com aquecimento para quartos e noto um cheiro da cozinha (cheiros dos cozinhados) nos quartos todos me dizem que é impossível mas a mim cheira-me, qual será a razão ?

Não é impossível, é até muito vulgar mesmo numa boa instalação com um recuperador inserivel.

Os recuperadores inseriveis tem os ventiladores por baixo, e na maioria dos modelos retiram o ar somente da sala, que por sua vez se estiver em contacto com a cozinha acabam por sugar o ar e levar os cheiros para os quartos.

Se na casa tiver fumadores, ao retirar o ar da sala com o fumo do tabaco, vai acabar por o respirar nos quartos o tabaco fumado na sala, o que como todos sabem é prejudicial, especialmente para as crianças.

Isto é também possível acontecer com os recuperadores normais que não usam para insuflação ar exterior mas sim ar da sala, neste modelos ao serem instalados com aquecimento para os quartos, acabam por meter o ar da sala.

Neste caso, uma instalação bem feita, deveria insuflar ar exterior, ou exterior e interior, desde que o utilizador possa optar e regular, em cada momento o ar que quer insuflar nos quartos.

Note que se insuflar ar novo (exterior) vai renovar o ar de sua casa, com ar (e oxigeno) novo e simultaneamente aquece-lo.


7  - A minha lareira funciona sempre mal, pois deita sempre fumo para fora.
Como posso saber se tenho a conduta estreita demais para a lareira que possuo? ou se o meu problema é da chaminé.

Se a lareira funciona sempre mal, ou seja, deita sempre fumo fora, o problema embora possa ser da chaminé pois pode não ter a saída suficiente, o mais provável é ter uma conduta estreita (com ter pouco  diâmetro), sendo uma lareira aberta, basta reduzir a boca (abertura) da lareira. Pode usar até um cartão para o fazer, vá tapando primeiro por cima, em seguida se for necessário tape também lateralmente se em algum ponto ela começar a funcionar bem, pode concluir que é da conduta.

Quando o problema se passa apenas em dias de vento será sempre por ter uma chaminé imprópria, aí a sua lareira só terá problemas algumas vezes, especialmente se houver vento, neste caso basta partir a chaminé totalmente e testar sem nenhuma, se funcionar basta fazer uma boa chaminé.
Nunca use exautores mecânicos para tirar o fumo, pois tiram demais aumentando deste modo muito o consumo e o arrefecimento da residência, fazendo arrefecer mesmo com a lareira apagada.

Atenção que por vezes existem problemas em chaminés e condutas simultaneamente, pois se quem constrói não souber fazer um conduta capaz, o mais provável é também não saber escolher uma chaminé correcta.


8  - O meu recuperador funciona bem, mas por vezes sem razão aparente e sem vento na rua, começa a entrar fumo para a sala, a conduta tem as dimensões correctas, a chaminé tem grande dimensões e está bem alta.   - o que poderá ser ?

É um erro muito vulgar, basta ligar o exaustor da cozinha se o for potente, para fazer retornar o fumo numa instalação bem feita.

Pode também ter o mesmo efeito (de sucção do fumo ou cheiros) se tiver duas portas aberta a provocar uma corrente de ar na sala do recuperador.

(No entanto se esse problema existir apenas com vento, já o problema será da chaminé (no topo da conduta)).

Para resolver o problema causado pela depressão causada pela extracção dos exautores, muito vulgar em casas bem calafetadas, basta abrir uma entrada de ar na cozinha para compensar o ar retirado pelo exaustor (actualmente essa entrada é obrigatória em instalações onde se use gás).

Pode testar se for este o seu caso abrindo um pouco a janela da cozinha quando usar o seu exaustor .

Por vezes até com as lareiras e recuperadores apagados, deparamos com problemas de odores vindos das condutas.

Nos recuperadores instalados com entrada de ar exterior já esse problema tem menos probabilidades  de existir.

Nas recuperadores estanques como possuem entrada de ar exterior directa, e neste caso a câmara da combustão não tem qualquer passagem para de ar para sala é quase 100% garantido, pelo menos enquanto os vedantes estiveram em bom estado.

9  - A minha lareira (aberta) funciona bem mas por vezes depois de a apagar, no dia seguinte tenho a cinza que resta no meio da sala e um cheiro a lenha queimada por toda a casa, como é isso possível se quando está acesa não me cheira a nada.

Com um recuperador resolvo o problema ?

Neste caso deve ter a chaminé mal concebida entrando vento dentro da conduta de fumos, Se essa entrada de vento for pouca e fraca, com a lareira acesa não consegue vencer a boa tiragem do fumo. Ao apagar o fogo, essa pequena entrada de ar acaba por descer por toda a conduta e assoprar as cinzas.

Mas se isso acontecer com pouco vento, imagine o que acontecerá com um vendaval. O melhor nestes casos é resolver o problema da chaminé e só depois pensar colocar um recuperador com porta.


10  -   As pedras da minha lareiras partiram todas isso dizem que é normal será mesmo ? Qual é a razão do mesmo acontecer.

Infelizmente isso acontece muito e acaba por ser normal, A razão é simples ao montar uma lareira muitas vezes é usada a própria lareira em pedra para suportar o pano da mesma,  não é assim que se deve fazer, (nós não o fazemos) pois só o próprio peso acaba por fazer ceder a pedra - tem que ser feita um parede independente para suportar o pano.
Muitas vezes também se deve ao facto ao calor emanado pela lareira ou recuperador, no entanto se a pedra estiver protegida nomeadamente na sua parte superior por exemplo por um faixa com tijolos refractários é muito  mais difícil isso acontecer.
Deve-se também optar  por um recuperador que tenha turbinas, pois assim o calor gerado é libertado para fora do mesmo o que também contribui para evitar a quebra das pedras.
Se a sua lareira foi montada num só dia, dificilmente estará bem instalada.

Se a ligação da câmara de fumos ao tubo de saída  tiver a garantia de não deixar passar os fumos e se a respectiva câmara de fumos da lareira for feita em betão refractário, aço com espessura superior a 3 mm ou ferro fundido. Poderá ser aplicada um ou duas grelhas no pano da lareira, para sair o calor gerado no interior da mesma, isto evita o elevado aquecimento e a sua quebra.
- Neste caso o tubo de exaustão de fumos tem obrigatoriamente que ser inox.



11  - Tenho um bom recuperador e não aquece nada, reparei que dentro da "hotte" está cheio de lã de rocha será por isso que não aquece ?

Sim é uma das razões ao encher a "hotte" e conduta de fumos com lã de rocha fazem com que o calor não seja aproveitado, no caso de ser um recuperador inserivel, já não afecta o seu rendimento, mas desaproveita o calor da conduta. Alem de tudo isso, se o pó dessa lã de rocha for respirado não vai nada bom para a saúde.

12  - Tenho  a "hotte" da minha lareira feita em tijolo bem forte e com um bom reboco mas mesmo assim ficou toda fissurada (estalada) porque será ?

Não é por ser forte que as paredes deixam de fissurar, neste caso até é ao contrario, Ao dilatar com o calor tanto fissura a forte como a fraca, por vezes embutindo na parede posterior a "Hotte" acaba por partir mais essa parede.

Para resolver é simples, se as fissuras forem apenas na ligação da "hotte" com a parede basta usar uma mástique pintável, essa mástique dilata com o calor e não descola.

Se a "hotte" tiver toda fissurada, pode forra-la com "Pladur" (gesso cartonado) ou pintar com uma tinta emborrachada/areada que disfarce as fissuras. Pode também usar um redes de fibra de vidro (semelhantes ao vulgar papel de forrar paredes) e pintar essa fibra com um cor à sua escolha, neste caso não vai ter um textura igual à anteriormente existente, mas poderá ficar bem na lareira uma textura diferente da do resto da casa

13  - O vidro é seguro não quebra ? Ouvi falar de casos de rebentamentos.

O vidro se for Vitro-Ceramico nunca quebra com o calor, pois registe até 800 graus e a lenha normal arde a 200 com uns picos um pouco superiores. Não há empresa que se arrisque a usar outro tipo de vidros. No entanto deve ter-se especial cuidado no caso de substituir o vidro original por outro em caso de quebra por pancada, pode acontecer que um comerciante sem conhecimento nem escrúpulos venda um vidro temperado em vez do vidro correcto, o vidro temperado (usado nos fornos dos fogões de cozinha)  explode em inúmeros bocado quando é ultrapassada a temperatura de 200 graus, se usar um vidro normal vulgarmente usado nas janelas, tem muito menos perigo do que usar um temperado, pois assim que apanhar fogo estala em 10 minutos, mas apenas estala ou fende enquanto o temperado pode durar anos e estalar em centenas de bocadinhos um dia se por acaso a temperatura passar os 200 graus.

No entanto nunca deve usar lenha verde numa lareira, pois a resina rapidamente se agarra á conduta, e sendo a resina combustível pode se dar o caso de a mesma incendiar ardendo toda a conduta, se a chaminé para a saída de fumos tiver uma grande dimensão nunca há perigo do incêndio da conduta recolher, o mesmo não acontece quando as chaminés aplicadas nas lareiras, são de pequena dimensão ou seja têm as aberturas pequenas. Se incendiar uma conduta neste caso pode o fogo recolher e rebentar o vidro, o mesmo pode acontecer se não tiver vidro, neste caso o fogo pode sair e ser projectado a metros de distancia e casos destes acontecem todos os anos...
Deve também mandar limpar a conduta de fumos  todos os anos se usar muito a lareira.
Existem produtos (pastilhas e pó químico) para evitar o aderência da fuligem ás condutas, deve adquiri-los, e regulamente queima-los na sua lareira.
A conduta deve ter uma forma uniforme em todo o seu comprimento para facilitar a sua limpeza
A conduta deve ser em aço inoxidável para nunca se deteriorar.

14  - Como posso distinguir os vidros cerâmicos de outros ?

Não é muito difícil, o vidro cerâmico é mais irregular, se olhar contra a luz (com a luz lateral) poderá verificar que o vidro cerâmico é muito mais irregular que os normais, ou seja, menos liso. Não parece um vidro perfeito como os normais, mas isto só se olhar de lado e contra a luz, a sua cor também não é normal tem sempre um tom  mais rosado ou amarelado que os normais, essa tonalidade só se nota facilmente se tirar o vidro e olhar de topo.

15 - Fizeram-me a "hotte" do meu recuperador em "pladur" (gesso cartonado) mas abriram fissuras (rachas)nas uniões, li no seu sitio que o Pladur era óptimo para lareiras. Porque  é que na minha acontece?

As uniões com a parede tem que ser feitas de modo a serem flexíveis, usando materiais apropriados.
Nos cantos frontais a união entre as placas tem que ter alguma espessura e não apenas uma fina camada de massa ligante.
Por vezes ao usar cantos com partes metálicas, corre-se o risco de ocorreram descolagens devido a dilatações do metal.
Devem ser colocadas grelhas de despressurização na parte superior da Hotte assim como na parte inferior, para permitir o arrefecimento do interior da "hotte" através da convecção.
Não basta "atirar" para cima da lareiras umas placas e cola-las, mesmo usando Pladur é preciso fazer bem feito.

 16 - Querem usar "Pladur" na "hotte" do meu recuperador, mas sei de um caso em que as "hottes" de uma série de lareiras empenaram todas e até torceram os ferros de apoio. Com pode na sua pagina ter fotos de lareiras com a "hotte" feita em Pladur? Porque será que algumas empenam ?

Se não colocar grelhas na "Hotte" para o seu arrefecimento o calor no seu interior por ser prejudicial.
Casos como os que refere acontecem sobretudo com recuperadores de baixo rendimento e mal instalados, ao ter em casa um mau recuperador e mal instalado o utilizador acaba por carregar o aparelho com excesso de lenha, tudo isto somado pode originar o sobre aquecimento da "Hotte" e a sua destruição.
Ver Hotte   

17 -Verifiquei que o meu recuperador por dentro da "hotte" tem uma lã qualquer branca que lã é essa ? Será também perigosa ?

É lã cerâmica. No fabrico de lã minerais são usada diversas rochas, tais como sílica, basalto e nesse caso um rocha cerâmica, não deve ser muito saudável respirar as suas partículas e alojar nos pulmões esses produtos. Mas essa lã não queima com a temperatura pois aguenta cerca de 1000 º .

18 -Tenho uma salamandra que sempre que a acendo escorre agua pelas juntas da conduta em aço inoxidável, coloquei as juntas de modo a que o fumo não saia pelas mesmas, mas fico com um cheiro horrível em casa, que se passa ? como posso resolver ?

  A instalação da conduta de fumos de uma salamandra não é tão simples como parece.

Existem no mercado tubos que garantem a vedação perfeita na suas uniões.

Mas a grande maioria dos tubos usados deixam escorrer pelas uniões, as condensações.

Quando é instalada no interior da habitação deve ser colocada "ao contrario", de modo a que em caso de ocorrência de escorrimentos derivados das condensações não passem para o exterior da conduta, pois alem do mau aspecto libertam um cheiro desagradável.

Sendo assim é o tubo que conecta  na salamandra a enfiar for fora do tubo seguinte e assim sucessivamente.

Por vezes em algumas salamandras é necessário fazer um peça de adaptação.


Não existe o perigo do fumo sair porque nos primeiros metros a conduta está em depressão, o mesmo já não se passa nos metros finais que têm que ser montados como normalmente (enfiando o tubo de baixo pelo interior do seguinte, podemos considerar que até meio do total da conduta não há perigo de passagem pelas juntas.

Tem que sei feita uma união especial para trocar as posições dos tubos.

Nas zonas de conduta exteriores expostas à chuva. Para evitar que a água entre pelas juntas acabamos por deixar passar os escorrimentos com se viu no.

 Para evitar estes escorrimentos podemos instalar o tubo  deixando entrar chuva pelas juntas mas colocando um " T" em baixo para deixar sair a agua da chuva, encaminhando-a para um esgoto.

No entanto se poder opte por um tubo de boa qualidade que vede nos dois sentidos (Ascendente de descendente)

Nota:

Se parte da conduta fica embutida numa corete, pode usar tubo inox flexível sem uniões (É fornecido com comprimentos até 20 metros

 

19 - A hotte da minha lareira partiu toda, qual será a razão? e como a posso remediar ?

 Várias, entre elas a falta de ventilação da hotte, por não terem colocado grelhas para fazer convecção, ou por terem colocado apenas uma.
Para haver convecção é necessário colocar uma ou mais grelhas em baixo e em cima, não bata colocar um grelha como muito  pseudo instaladores fazem.

Podem ter instalado um recuperador sem entradas de ar, seja ele exterior ou interior, não basta fazer a convecção na zona do pano, mas também em todo o recuperador, pois caso contrario alem de não aquecer nada aumenta a temperatura dentro da hotte fazendo-a fissurar.

Na maioria das montagens cometem o erro de construir as hottes em cima das pedras, sem ter executado as necessárias paredes de apoio.

Por vezes também acontece colocarem lenha em demasia nos recuperadores ou lareiras para tentar aquecer, especialmente quando se tem uma instalação com pouco rendimento. Ver Hottes   


20 - O instalador do meu recuperador usou lã de rocha para fazer o isolamento do recuperador. li que era perigosa para a saúde posso permitir o seu uso,  existem outras maneiras de isolar?

 Erradamente existe a ideia da grande necessidade do uso de lã de rocha ao pondo assistirmos ao seu uso indiscriminado e mal aplicado. Ver maus exemplos  .

Por vezes até isolam as condutas de fumo na zona da hotte das lareiras reduzindo deste modo substancialmente o calor recuperado pelo mesmo. Alem do pó que se pode libertar para o ar respirável, corre-se também o risco de cheiros libertados queimado pela lã ao usar o recuperador.

Pode isolar com placas de vermiculite, (é o ideal para isolar nas zonas das pedras ou da madeira) pode usar lã de rocha aplicada num interior de duas paredes "hotte" dupla, ou pode ainda aplicar a lã de rocha forrada com gesso + sisal.

È claro que é possível também usar lã de rocha com a vulgar forra em alumínio, só que a mesma tem que ser de boa qualidade, as pontas e as juntas têm que ficar todas tapadas com fita de alumínio e a lã deve ser fixa à pares com buchas metálicas, neste caso deve ter uma janela para inspeccionar a lã anualmente  para verificar se a fita não se soltou e se a lã não está a desfazer e a libertar pó. 

A conduta de fumos na zona da hotte nunca deve ser isolada.


21 -  É normal o vidro de um recuperador se sujar logo numa noite de uso ?

  Não devia acontecer, no entanto por deficiências da instalação ou devido à concepção de certos modelos, isso pode acontecer.
Opte por um modelo que não se suje muito e por uma instalação correcta.
Nos modelos com registo, ao fechar o mesmo para reduzir o consumo, se o fizer antes da lenha chegar ao "estado de brasa" para reduzir o consumo, geralmente suja o vidro.

22 - O cordão vedante da porta está a descolar, com se cola ?

  Existe cola própria e kit,s completos. Ver aqui  .
Se a cola usada não for a correcta rapidamente se descola.
O cordão é em fibra de vidro, pois o amianto foi proibido por ser perigoso para a saúde.

23 - Posso colocar uma porta com um vidro na minha lareira normal (aberta) terei apenas vantagens?

  Pode colocar uma porta já se vendem portas para lareiras fabricadas em série, todavia sempre se fizeram portas para lareiras, tem que ter obviamente uma entrada de ar para alimentar a combustão caso contrario o fogo apaga-se.
Só que ao colocar a porta a lareira aquece muito pouco, pois o vidro tapa o calor, num recuperador é diferente pois o calor é tapado parcialmente pela porta mas simultaneamente o recuperador recupera a aquece a casa.
As única vantagens que pode ter ao colocar uma porta numa lareira aberta são aumentar a segurança, e reduzir o consumo. Alem de evitar que o calor da sala se perca pela lareira, quando usa outro sistema de aquecimento, evitando que o calor desapareça pela chaminé
acima. - O vidro tem que ser cerâmico capaz de aguentar 700º. O temperado normalmente usado nos fornos não serve, pois dificilmente aguenta mais de 200º.

24 - Tenho uma lareira aberta que "não fuma" bem se instalar um recuperador resolvo o problema ?

  Raramente resolve o problema, pois sem resolver a causa vai ter sempre problemas de tiragem, ha casos em que o fumo acaba por sair pelas juntas do vidros e até pela grelhas de entrada de ar da gaveta ou porta.

Os problemas pode ser devido a uma má chaminés, falta de entradas de ar exterior ou conduta muito estreita ou mal executada.

Resolve o problema apenas se a causa do mau funcionamento for o sub-dimensionamento da conduta para a lareira existente, ou seja conduta e/ou chaminé estreita,  neste caso ao colocar um recuperador, acaba por reduzir a boca da lareira e resolver o problema.
Para detectar se o seu problema é este pode reduzir a boca da lareira depois de acender a lareira e tapar a parte superior ou os lados, mesmo com um cartão, se o fumo deixar de sair significa que é um problema de sub-dimensionamento. Provavelmente ao instalar um recuperador vai funcionar bem.

Se reduzir a boca da lareira definitivamente e não instalar recuperador algum também o resolverá.

Também há casos em que tudo varia com o vento, nestes, só resolvendo o problema na chaminé o soluciona.
Quem possui a lareira problemática, saberá facilmente se é apenas em dias de vento
que tem problemas.

25 - Tenho uma lareira aberta, terei grandes vantagens em colocar um recuperador ?

Poderão ser inúmeras:

Mais segurança - Não há o risco de incêndio ao saltarem fagulhas a arder.
Se um criança ou um idoso cair para cima dum vidro quente pode-se queimar ligeiramente se tiver algum tempo em contacto com o vidro, mas se não tiver porta é fácil imaginar o que pode acontecer se alguém cair para cima de fogo.

Muito maior rendimento - Qualquer recuperador por muito mau que seja ou por mais mal instalado que esteja, aquece sempre mais que uma lareira normal clássica.

Menor consumo de lenha - Ao poder controlar a saída de fumos ou a entrada de ar na câmara de combustão consegue reduzir até 75% o consumo de uma lareira.

( No entanto há casos de recuperadores mal concebidos que aumentam o consumo em vez de reduzir)

26 - A lareira da vizinha é melhor que a minha ! porque será - Temos recuperadores iguais, mas a dela aquece muito mais?

Tudo depende a instalação, um bom recuperador mal instalado pode aquecer menos que o recuperador fraco bem instalado.

Numa instalação bem executada por um profissional competente todo o calor é aproveitado, seja do recuperador ou da conduta de fumos.

Bastam erros na selagem saber mais (+) para que se perca quase todo o calor gerado por um recuperador.

A falta de grelhas de despressurização pode ser um factor que leva ao mau rendimento, mas por vezes as origens do mau funcionamento não estão visíveis, e se colocar grelhas numa instalação mal feita podem acontecer problemas graves saber mais (+)

 

27 - Como funcionam os ventiladores dos inseriveis e dos outros recuperadores? Uns têm interruptor outros têm uma caixa comando exterior e outros nada...

Há pelo menos seis sistemas de comando do arranque dos ventiladores:


Sem botão visível

- Arrancam automaticamente apenas numa velocidade pois possuem um termóstato fixo (ver +)


Com botão  I - 0 -II

 - Neste caso normalmente o zero é o arranco automático (na 1ª velocidade) o I e II serão a 1ª e 2ª velocidade que se podem ligar manualmente, ou seja independentemente do recuperador estar quente o frio. Neste sistema o ventilador nunca se pode desligar.


Há fabricantes que permitem que se desligue o ventilador sem haver grande risco de queimar os ventiladores e nestes casos o 0 é mesmo para desligar sendo depois o I automático na 1ª velocidade e o II manual na 2ª velocidade

 

Com uma caixa exterior com vários botões mecânicos

Normalmente com duas velocidades

- Alguns modelos permitem ligar ou desligar os ventiladores e usar na 1ª ou segunda velocidade, automática ou manualmente.

- Outros não permitem desligar mas apenas seleccionar se o ventilador deve trabalhar na 1ª ou segunda velocidade, seja automaticamente ou manualmente.

 

Com uma caixa exterior com vários botões electrónicos

Normalmente estes novos comandos permitem seleccionar 5 velocidades.

- Permitem que o arranque seja automático ou manual em qualquer das velocidades seleccionadas.

Algumas marcas alem desta caixa fornecem também um telecomando.

 

Com telecomando

- Permitem controlar todas as funções com um telecomando, mas se o recuperador não possuir também uma caixa de comando, se perde o telecomando não pode activar as funções do ventilador.


Com termóstato de bolbo

 - Este sistema que normalmente é usado por nós em recuperadores modificados, possui um termóstato (ver +) regulável que podemos utilizar para accionar o ventilador à temperatura que quisermos. Assim podemos optar por colocar o ventilador em funcionamento quando o recuperador ainda está pouco quente, ou apenas quando estiver no máximo da sua potência. Por vezes associado a este termóstato podemos ter um regulador de velocidade e um interruptor ou ainda outro termóstato para ligar a 1ª ou segunda velocidade independentemente (apenas quando os ventiladores possuem duas velocidades)

 

28 -

 

30 -

 
 

   ESTAMOS A CONSTRUIR !
   AJUDE-NOS A MELHORAR A NOSSA PAGINA,  SE NÃO PERCEBER BEM ALGUMA DAS NOSSAS RESPOSTAS,
   FAÇA-NOS AS SUAS  PERGUNTAS...
   SE DEPARAR COM ALGUM ERRO TÉCNICO OU ALGO QUE NÃO CONCORDE, DIGA-NOS POIS TENTAREMOS MELHORAR !

" TER DUVIDAS É SINÓNIMO DE INTELIGÊNCIA"

 
 

... NA NET DESDE 1999 - ultima actualização  26-12-2009